WDC Networks anuncia projeto de Casa Conectada

A WDC Networks lança oficialmente sua nova marca, a Casa Conectada, o propósito é os é criar espaços capazes de demonstrar produtos conectados que são de simples instalação e demonstrar que o consumidor não precisa ter trabalho para instalar e interligar seus projetos.

Vanderlei Rigatieri, fundador e CEO da WDC Networks
Vanderlei Rigatieri, fundador e CEO da WDC Networks

De acordo com a Aureside ( Associação Brasileira de Automação Residencial), o Brasil atualmente conta com 300 mil lares que possuem capacidade e viabilidade para se tornar em uma casa conectada, podendo chegar a 1,8 milhão de lares brasileiros nos próximos anos. Com isso a WDC Networks pretende implantar até o ano de 2021 cem lojas Casa Conectada em todo Brasil, nos modelos loja de rua e lojas dentro de lojas, além dos integradores franqueados que atenderão projetos e complementarão a oferta. “Acreditamos que as lojas físicas da Casa Conectada serão fundamentais para a expansão desse segmento, pois o brasileiro precisa experimentar antes de comprar e, principalmente, teremos uma rede de prestadores de serviços para a instalação, manutenção e garantia. Somos inovadores, já que em nenhum outro país existe essa iniciativa, e com certeza será um marco na vida da arquitetura do país, pois teremos programas especiais com os arquitetos, para inclusão de automação nos projetos”, declara Vanderlei Rigatieri, fundador e CEO da WDC Networks.

Fibaro produtos que serão comercializados
Fibaro produtos que serão comercializados

Assim como acontece nas outras quatro verticais de negócios da WDC Networks, as soluções que a Casa Conectada levará ao mercado também poderão ser adquiridos pela oferta ‘as a service’, que facilita o pagamento e, ao mesmo tempo, possibilita o acesso às versões mais atualizadas de cada produto.

“A Internet das Coisas é uma realidade que permite otimizar o dia a dia do consumidor desde o momento em que ele acorda até quando volta para casa. A Samsung oferece um ecossistema de produtos conectados, com funções que realmente fazem a diferença no cotidiano das pessoas. Nosso objetivo é estabelecer um novo padrão de vida conectada no país e trazer produtos que estimulem a inovação e criatividade das pessoas, desde um smartphone ou um refrigerador até uma solução de LED for Home, que oferece uma experiência cinematográfica totalmente personalizada e permite levar a imagem do cinema para a casa dos consumidores”, destaca Kauê Melo, diretor da divisão de B2B e monitores da Samsung Brasil.

AE Solar e um painel com tecnologia alemã que permite que mesmo com sombra o painel continue a funcionar
AE Solar e um painel com tecnologia alemã que permite que mesmo com sombra o painel continue a funcionar

Em parceria com as marcas AE Solar, Dicolor, D-link, Fibaro, Kaadas, Samsung, TP-Link e Yamaha Musical, a WDC Networks realizou um evento em São Paulo (SP) para demonstrar todas as soluções que irá comercializar nesta nova vertical de negócios. Os convidados puderam conhecer, entre as soluções inovadoras que a WDC traz ao mercado nacional, produtos que estão conectados à Alexa, serviço de voz da Amazon baseado em nuvem que executa uma infinidade de ações e que recentemente foi lançada no Brasil, falando português, os produtos da Fibaro (líder na Europa em automatização residencial, que passa a industrializar esse ano no Brasil), as fechaduras biométricas Kaadas, a linha de home cinema Yamaha e os Sistemas Wi-FI da D-link e TP-Link. Além de todos esses produtos, também foi apresentada a solução LED for Home Samsung, que oferece uma experiência cinematográfica totalmente personalizada e permite levar a imagem do cinema para a casa dos consumidores.

Amazon Alexa entra como parceira em em conectar a casa por voz
Amazon Alexa entra como parceira em em conectar a casa por voz

Dezenas de milhões de clientes ao redor do mundo já estão usando Alexa – e a solução não poderia ficar de fora do portfólio da Casa Conectada, que traz aos clientes do Brasil a novíssima versão em português do equipamento. “Estamos muito felizes em lançar Alexa e Echo no Brasil. A Alexa brasileira entende brasileiros de norte a sul, fala um português com sotaque e vocabulário bem locais, conhece nossa cultura, conta piadas e até entende de futebol”, diz Jacques Benain, gerente-geral para dispositivos Amazon para o Brasil. “E unir o Echo a soluções de casa conectada é uma forma de auxiliar os clientes nas tarefas diárias, tornando-as ainda mais simples com a Alexa”.  

Margarita Leal, Head de Vendas da Fibaro para a América Latina e Sul da Europa, também acredita que o mercado brasileiro está pronto para seguir esta tendência mundial. “Em apenas alguns anos, o sistema residencial inteligente da Fibaro se espalhou pelos seis continentes, tornando-se um dos mais avançados do mundo. Nossa missão é enriquecer a vida das pessoas, fornecendo soluções modernas que facilitam um lar confortável, amigável e seguro”, declara.

Segundo estimativas da Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica (Absolar), o Brasil deverá ter um salto de 44% na capacidade instalada de energia solar em 2019, o que levaria o país à marca de 3,3 gigawatts da fonte em operação. Com a disparada das tarifas de energia no Brasil desde 2015 e a redução nos custos de equipamentos fotovoltaicos, muitos consumidores têm apostado em soluções para energia solar para economizar na conta de luz, principalmente se já são adeptos de soluções para conectividade, que dependem de energia para o seu funcionamento. Para atender a este nicho específico, a WDC Networks firmou um acordo com a empresa alemã AE Solar para a distribuição de módulos fotovoltaicos inteligentes, um importante componente para os projetos de conectividade em residências e empresas, já que auxiliam na eficiência energética.

“Um espaço inteligente e conectado, com o melhor do IoT, precisa do máximo de eficiência energética para o seu pleno funcionamento. Por isso, trouxemos para o Brasil um produto inovador, premiado e reconhecido internacionalmente por sua qualidade, que se encaixa perfeitamente à nossa proposta de Casa Conectada. Estes módulos, que foram apresentados em nosso evento, servem para aplicações comerciais, instalações de grande porte e também nas instalações residenciais que buscam qualidade, eficiência com garantia de 12 anos do produto e 30 anos de desempenho”, declara Junior Carrara, diretor comercial e de marketing da WDC Networks.

Os módulos fotovoltaicos inteligentes AE Smart Hot-Spot FreeⓇ, integram o portfólio de soluções da WDC Networks, ajudam o consumidor a economizar até 90% na conta mensal de energia. Produzidos com materiais de alta qualidade, linhas robóticas automatizadas, tecnologia e padrões alemães, esses módulos são resistentes ao sombreamento, uma vez que usam diodos de “by-pass” para eliminar o desenvolvimento de pontos de aquecimento e, portanto, os danos e riscos associados. Disponíveis na faixa de 260W a 370W, os módulos oferecem até 30% mais geração de energia em comparação aos módulos fotovoltaicos tradicionais. O investimento realizado na aquisição dos produtos pode ser recuperado entre 4 e 5 anos, e a durabilidade dos equipamentos  pode chegar a 40 anos. “Toda produção da AE Solar é in house, o que garante um alto padrão de qualidade para o cliente, a fabricação segue o rigor alemão e todos os componentes são de fornecedores europeus. Nosso objetivo é disponibilizar produtos com qualidade e tecnologia diferenciadas a condições acessíveis, e com o alcance de mercado que a WDC Networks tem, chegaremos facilmente ao nosso público”, destaca Ramon Nuche, diretor geral da AE Solar no Brasil.

Rafael Mota

*Tech/creator do Inteligência Móvel (IM) * Nerd/geek (Pete Mineiro ⛏ da Cavalaria Geek). * [email protected]