Apple apresenta Apple Watch, iPads e novos serviços

Apple anunciou diversos produtos como Watch Series 6, um Watch SE, iPad e iPad Air. Apresentou também a chegada de serviços com planos de assinatura como o Apple One e o serviço Fitness+ de exercícios físicos. E também e a data de chegada do iOS 14, iPadOS 14, watchOS 7 e tvOS 14, ficando devendo somente os iPhones 12 e também os novos Macs.

saturação de oxigênio no sangue

O evento começou apresentando a 6ª geração ou Apple Watch Series 6. A maior novidade está em um sensor de oxímetro que mede a saturação de oxigênio no sangue (SpO2). Ele também vem com um processador S6 até 20% mais rápido que o chip no Series 5. O design é o mesmo, há modelos de 40 mm e 44 mm e temos a tela Always-On: por padrão, ela é 2,5x mais brilhante no modo que consume menos energia, facilitando a visualização sob luz forte. Além disso, o relógio se conecta a redes Wi-Fi de 5 GHz, traz chip U1 com tecnologia ultra wideband, e tem um altímetro que fica sempre ativo. Junto com watchOS 7, a Apple abrirá a capacidades para mostradores serem personalizados por apps de terceiros.

Novidades que vem com o Series 6 e o watchOS 7

Há uma nova Configuração Familiar, para que pais configurem Apple Watches das crianças, ou outros membros da família que não tenham um iPhone, mas tenham um Apple Watch (quem vai ter um Apple Watch sem ter iPhone? Qual o sentido ?), para obter localização, acompanhamento de movimentos/exercícios, etc. Crianças também podem criar Memojis pelo Apple Watch, controlar o tempo de estudo. O preço do Apple Watch Series 6 começa em US$400 (nos Estados Unidos) pela versão alumínio de GPS, e ele estará disponível para compra já na próxima sexta-feira (18/9).

Versões do Apple Watch que passam a ficar no mercado.

Para aqueles que não querem gastar muito com o Apple Watch Series 6, a Apple lançou uma versão mais barata do seu relógio o Apple Watch SE, mas o que ele não tem para ser a versão mais barata, não tem o eletrocardiograma (ECG), a tela sempre ativa e o medidor de saturação de oxigênio no sangue (SpO2). Outra tendência que deverá aparecer nos iPhones 12, o carregador magnético continua incluso, mas o adaptador de tomada foi removido. O Apple Watch SE começará a ser vendido na próxima sexta-feira (18/9), a partir de US$280 nos EUA. Vale notar que o Apple Watch Series 3 continuará à venda, partindo agora partindo de US$200.

serviço completamente focado em exercícios

Ainda no assunto saúde, a Apple apresentou um novo serviço completamente focado em exercícios, o Fitness+. O serviço é totalmente integrado ao Apple Watch, mas pode ser usado em qualquer dispositivo Apple com tela (iPhone, iPad, Mac ou Apple TV). Integrado ao Apple Music e as métricas mostradas na tela do Apple Watch, o serviço irá oferecer treinos vão de 5 minutos a 1 hora e, segundo a Apple, ele é bem focado em privacidade, garantindo a segurança de dados dos usuários.

Nos EUA, ele custará US$10 por mês ou US$80 por ano e fica disponível para todos os membros da família. Quem comprar um novo Apple Watch, ganhará três meses de graça do serviço.

Ai como uma coisa puxa outra a Apple que não é boba nem nada lançou pacotes de serviços,  Apple One com três opções de planos. O pacote tem iCloud, que é o “serviço essencial” e partir daí, temos o pacote Individual, que custa US$15 por mês (nos Estados Unidos) e inclui o Apple Music, o Apple TV+, o Apple Arcade e 50GB iCloud — com acesso para apenas um usuário. O pacote Familiar, que inclui os mesmos serviços por US$20 ao mês e estende o acesso a esses serviços a até seis pessoas que moram na mesma casa — neste caso, o plano do iCloud sobe para 200GB. Por fim, o plano Premier, que inclui o Apple News+ e o novo Apple Fitness+; o iCloud, neste caso, traz 2TB de armazenamento. A modalidade custará US$30 por mês.

iPad de 8ª geração
iPad de 8ª geração

Seguindo o evento tivemos o iPad de 8ª geração, praticamente igual ao seu antecessor, porém com um mais rápido e com Neural Engine possui tela de 10,2 polegadas, botão Home com Touch ID, conector Lightning e pinos magnéticos para o Smart Keyboard e com suporte ao Apple Pencil de primeira geração.

O novo iPad entrou em pré-venda hoje em mais de 25 países, onde ele estará disponível a partir desta sexta-feira. O tablet custa a partir de US$ 329 nos EUA pela versão Wi-Fi, e US$ 459 pela versão Wi-Fi + Cellular.Para o mercado de educação um desconto de US$ 29 fazendo o iPad sair por US$300.

iPad Air

Ai vem a Apple e mostra o que pode vir a ser algo mais próximo dos novos iPhones 12 com o iPad Air. O dispositivo ganhou um novo modelo com bordas mais finas, conector USB-C em vez de Lightning, Touch ID embutido no botão liga/desliga. A tela é a Liquid Retina de 10,9″, 2360×1640 pixel e maior velocidade podendo ser o substituto de um notebook.

Câmera frontal é FaceTime HD de 7 megapixels com f/2.2, a traseira é de 12MP com abertura f/1.8 capaz de filmar em 4K60. Além da melhoria dos alto-falantes para funcionar tanto na vertical quanto na horizontal.

Começará em US$600 nos EUA, disponível no mês que vem nas cores verde, ouro rosa, azul, cinza espacial e prateado.

E para fechar o evento a Apple falou das principais novidades do iOS 14, do iPadOS 14, watchOS 7 e também o tvOS 14 que serão liberados ao publico amanhã, e já virão nos novos dispositivos anunciados hoje.

A nova versão do iOS 14 traz o recurso de Picture in Picture (PiP) para exibir vídeos ou chamadas do FaceTime no canto da tela, bem como interfaces refeitas para ocuparem menos espaço visual com os novos Widgets. O iPadOS 14 que ganhou um redesenho para anotações e sistema de arquivos, o watchOS 7 chega com um recurso de monitoramento de sono e detecção de lavagem de mãos e por fim o tvOS 14 que será capaz de reproduzir vídeos em 4K no aplicativo do YouTube.

Rafael Mota

*Tech/creator do Inteligência Móvel (IM) * Nerd/geek (Pete Mineiro ⛏ da Cavalaria Geek). * [email protected]