Galaxy Note agora em duas opções

Samsung apresentou seus novos smartphones premium: o Galaxy Note 10 e o Galaxy Note 10+, como uma câmera tripa e uma caneta S Pen que ganhou inteligência de controle por gestos.

Os novos aparelhos seguem a tendência da empresa como a tela Dynamic AMOLED que ocupa quase toda a parte frontal e com um furo para a câmera selfie, com a diferença de que ela desta vez se encontra no centro da parte superior e não no canto direito como visto no S10. O desenho segue o padrão da linha, mais quadrado e angulado mas desta vez, com menores bordas superior e inferior.

Como agora são dois modelos agora temos telas distintas, o Galaxy Note 10 traz uma de 6,3 polegadas, enquanto o Galaxy Note 10+ exibe uma de 6,8″, ambos usam Gorilla Glass 6 da Corning, contam com bordas arredondadas dos dois lados e oferecem suporte a HDR10+. Por dentro temos 6 GB de RAM no Note 10 e 8 GB no Note 10+, ambos com opções de 256 ou 512 GB de espaço interno. No entanto, ambos os celulares perderam a entrada de 3,5 mm para fone de ouvido, segundo a Samsung isso permitiu aumentar a capacidade da bateria, mas o Note 10 também perdeu o suporte a microSD.

A Samsung inclui um fone da AKG com conector USB-C na caixa do Note 10 e Note 10+. No entanto, os celulares não trazem um adaptador de 3,5 mm para USB-C, logo você terá que comprar o acessório separadamente. Outra coisa que foi removida foi o botão Bixby, juro que não sei se o consumidor sentirá falta, mas vamos ajudar.

Por baixo do capô, teremos dois processadores, nos mercados norte-americano e chinês Qualcomm Snapdragon 855, o resto do mundo (Brasil incluso) Exynos 9825 da Samsung.

Foto do instagran do Renato Citrini – Sr. Product Marketing Manage da Samsung Brasil

Na parte das câmeras, temos três traseiras em ambos modelos, sendo uma principal de 12 megapixels que mantém o recurso de abertura de diafragma variável, mas desta vez ele vem com três posições diferentes: f/1,5, f/1,8 e f/2,4, para oferecer uma melhor qualidade fotográfica. A ultrawide possui 16 megapixels e a telefoto, 12 megapixels e zoom de 2x, o que muda é no Galaxy Note 10+ que conta com mais um sensor ToF para efeitos de profundidade em fotos e vídeos. A câmera selfie é igual em ambos modelos, com 10 megapixels, abertura f/2,2 e com capacidade de filmar em 1440p a 30 fps.

Agora vamos a parte que ganhou inteligência a S Pen que é a marca registrada da linha Galaxy Note, agora alem do que ela já fazia no Note 9 ela recebe suporte a gestos com a mão, ou seja ela virou uma “varinha do Harry Potter”. A caneta tem 4.096 níveis de pressão, latência de menos de 70 ms e certificação IP68 (proteção contra poeira e resistência a mergulhos acidentais de até 1,5 metro de profundidade, por no máximo 30 minutos), como o Note 10 em si.

E para não perder o costume baterias! temos 3.500 mAh no Note 10 e 4.300 mAh no Note 10+, ambas compatíveis com carregamento ultrarrápido e compartilhamento wireless de energia. Ambos são compatíveis com um carregador de 45 W.

Há vamos ter uma versão 5G do Galaxy Note 10+ que ainda será lançado em alguns mercado.

A pré-venda do Galaxy Note 10 e o Galaxy Note 10+ começam nos Estados Unidos e chegarão às lojas no dia 23 de agosto; os preços serão os seguintes:

  • Galaxy Note 10: US$ 949 (256 GB); o modelo de 512 GB ainda não tem previsão de lançamento;
  • Galaxy Note 10+: US$ 1.099 (256 GB) e US$ 1.199 (512 GB);
  • Galaxy Note 10+ 5G: US$ 1.299 (256 GB) e US$ 1.399 (512 GB).

A Samsung ainda não revelou nada sobre o Brasil, no entanto ambos já foram homologados pela Anatel.


Rafael Mota

*Tech/creator do Inteligência Móvel (IM) * Nerd/geek (Pete Mineiro ⛏ da Cavalaria Geek). * [email protected]

2 comentários em “Galaxy Note agora em duas opções

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Chinese (Traditional)EnglishJapanesePortugueseSpanish