Vamos rodar com realidade aumentada e bluetooh

Por -

Como nosso foto no blog é tecnologia móvel não podiamos deixar de comentar sobre essa maravilha, ainda mais para quem é fã de motos.

Capacete Skully com tecnologia de realidade aumentada e conexão bluetooth

Capacete Skully com tecnologia de realidade aumentada e conexão bluetooth

A algum tempo já existem capacetes com a tecnologia de espelhos retrovisores, mas que tal levar isso além, que tal poder ter um GPS também ou até mesmo ouvir uma música ou fazer chamadas. Ai você vai pensar fácil é só comprar um Google Glass e usar com o capacete, resolveria o problema ?

Que tal integrar tudo isso, é exatamente isso que fez a Skully com o capacete apresentado na feira SXSW, no Texas. O capacete possui uma tela interna em HUD (tela para mãos livres) antirreflexo, antineblina, acionado através de controle de voz , além de ver o percurso à frente, o capacete conta com uma câmera retrovisora de grande angular que permite ao motociclista ter acesso a imagens retrovisoras e laterais sem a necessidade de virar a cabeça, o capacete usar o bluetooh do celular para que o mesmo receba ligações telefônicas, utilize sistema de geolocalização (GPS), ouça músicas e até entre na internet. A tecnologia não é nova ela foi apresentada em 2013 por uma startup Russa chamada LiveMap, mas a  Skully foi além das funcionalidades oferecidas pela LiveMap.

Por ser tão evoluido ainda é um “beta”, mas já se fala algo em torno de uns US$ 1 mil, calculando sem impostos e variações uns cerca de R$ 2.600, não muito diferente de quanto custaria um Google Glass e o fator que também a empresa está criando uma lista de compradores e que a edição inicialmente será limitada. Outro fator a ser levantado se você está interessado com comprar o modelo é a legislação brasileira pois segundo o Art. 252 do CTB (Código de Trânsito Brasileiro)  inciso VI:

 São considerados condutas infracionais 1ª)A utilização de fones nos ouvidos (havendo a necessidade de conexão a aparelhagem sonora, ainda que virtual, por bluetooth);
2ª) utilização de telefone celular, pouco importando se com fone de ouvido, segurando em uma das mãos, apoiado no ombro etc.; e, ainda, independente se a utilização destina-se a falar, enviar uma mensagem de texto ou ler informações do aparelho.

Conversar ao telefone pode tirar a atenção no trânsito, fones de ouvido tanto podem deixar o motorista distraído como impossibilitado de ouvir buzinas em situações emergenciais.O motorista que dirigir com fones de ouvido ou falando ao celular recebe multa de 80 UFIRs, e é uma infração – média que tiram do motorista 4 pontos em sua carteira.

Analista de Sistemas em tempo integral. Sou uma pessoa que ama animais e vídeo-games.
Ainda está explorando o mundo e pensando em ser pai. No máximo conheço de alguns Gadgets, computadores e animais mas ainda não tem em seu sistema o programa filho 0.1. Fã de Apple e seus produtos desde quando adquiriu que conheceu o Amiga (primeira Fenasoft). Não desgruda do seu iPhone e costuma trabalhar num iMac 21 polegadas, mas também usa um iPad e AppleTv, acredito em JailBreak e vê recursos muito bons porem não curte fazer por ter princípios próprios.

► YOUTUBE: https://goo.gl/R07Uod
► INSTAGRAM: https://goo.gl/UeCasA
► TWITTER: https://goo.gl/NMiYy1
► FACEBOOK: https://goo.gl/pg1PKL
► SNAPCHAT: https://goo.gl/UtKQdF
► ME ADICIONA: https://goo.gl/3noz3c

Deixe uma resposta