webOS da LG ganha certificado de segurança

Por -

O certificado Common Criteria avaliou os padrões de segurança do sistema webOS em relação à instalação e execução dos aplicativos

A plataforma webOS, utilizada pela LG em suas smart TVs, foi recentemente premiada com a certificação Common Criteria, que avalia a segurança do usuário em diversos sistemas operacionais. Segundo a premiação, que segue padrões da ISO e da IEC, as soluções de privacidade do sistema da LG são altamente eficazes, protegendo o usuário num mundo onde, cada vez mais, as smart TVs se tornam motivos de desconfiança por parte dos seus donos.

Durante as avaliações, a segurança do sistema foi testada em três principais aspectos: a proteção na hora de instalar e executar aplicativos, além da proteção de conteúdos com direitos autorais, os famosos DRMs. O CC constatou que, além de exigir uma assinatura digital rigorosa, o webOS impede que apps não autorizados sejam instalados; o que certamente eleva o nível de segurança do SO.

A certificação chega no momento em que outras marcas foram flagradas invadindo seus usuários

Para Igor Krauniski, gerente de produto da LG Electronics do Brasil, a premiação vem em ótima hora para a marca; principalmente depois dos crescentes casos de invasão de eletroeletrônicos inteligentes, como as próprias Smart TVs.

Vale lembrar que, em março deste ano, o WikiLeaks afirmou que a agência de inteligência norte-americana, a CIA, não só é capaz de invadir esses eletrônicos como também pode controlá-los, habilitando os microfones e câmeras de diversas TVs no mundo todo.

Isso acontece porque, ao contrário do caso dos smartphones, a maioria das fabricantes de smart TVs não investe na segurança desses dispositivos – ninguém imagina que a sua TV pode ter um vírus ou ser espionada, porém, é justamente por isso que o número de ataques contra smart TVs só tem crescido.

Qual é o melhor sistema de smart TV: Android TV, webOS ou Tizen?
Como uma resposta a este tipo de ameaça, o webOS passou a separar os aplicativos nativos e aqueles instalados pelo usuário: no primeiro caso, os softwares contam uma virtualização em sandbox – permite que o app se mantenha plenamente funcional, mas não atinja outras partes do sistema.

Já no que diz respeito às aplicações baixadas na TV, o webOS garante que só sejam instalados os serviços autorizados pela LG; além disso, a sua versão mais recente incrementou a criptografia de arquivos com DRM.

O webOS tem uma história curiosa: criado pela Palm, ele era a aposta da empresa contra o Android, mas como você pode imaginar, a ideia não deu tão certo e a Palm acabou passando para as mãos da HP, que também adquiriu o sistema. Em 2013, após a HP não conseguir um fim útil para o webOS, a LG comprou o código do software e o reconstruiu completamente – é aí que nasce o webOS que todos conhecemos.

Em constante evolução desde o seu lançamento, a principal vantagem do sistema LG, perante os seus concorrentes, é a forma como ele organiza os seus aplicativos: no lugar de ter uma tela separada para cada app, o webOS é todo construído em volta dos softwares instalados – isso faz com que a navegação entre as aplicações, por exemplo, seja muito mais rápida; é só pressionar o atalho correspondente e você vai para o app desejado.

O WebOS possui uma interface que facilita a alternância entre os apps instalados

App LG TV Plus: controle a sua smart TV com um dispositivo iOS ou Android
Além disso, ele conta com todas as funções comuns às smart TVs: pode acessar à internet, tem uma loja com centenas de aplicativos, interage com outros aparelhos via WiFi ou Bluetooth, além de, é claro, tornar o contato do usuário com as mídias de vídeo, foto e software, uma experiência muito mais interativa e inteligente.

Na última atualização do webOS, a 3.5, a LG incrementou o sistema com mais segurança e tornou os menus mais simples, tudo isso sem reduzir a quantidade de recursos existentes na plataforma.

 

  • Via Assessoria de imprensa 

Analista de Sistemas em tempo integral. Sou uma pessoa que ama animais e vídeo-games. Ainda está explorando o mundo e pensando em ser pai. No máximo conheço de alguns Gadgets, computadores e animais mas ainda não tem em seu sistema o programa filho 0.1. Fã de Apple e seus produtos desde quando adquiriu que conheceu o Amiga (primeira Fenasoft). Não desgruda do seu iPhone e costuma trabalhar num iMac 21 polegadas, mas também usa um iPad e AppleTv, acredito em JailBreak e vê recursos muito bons porem não curte fazer por ter princípios próprios.► YOUTUBE: https://goo.gl/R07Uod ► INSTAGRAM: https://goo.gl/UeCasA ► TWITTER: https://goo.gl/NMiYy1 ► FACEBOOK: https://goo.gl/pg1PKL ► SNAPCHAT: https://goo.gl/UtKQdF ► ME ADICIONA: https://goo.gl/3noz3c

Deixe uma resposta