Vivo lança no Brasil Manifesto por um novo pacto digital

Vivo convoca a sociedade e governo para discutir os impactos da tecnologia no dia a dia das pessoas

A Vivo anuncia hoje, dia 1º de outubro, no Brasil, seu Manifesto por um novo Pacto Digital,  em que convoca a sociedade e o governo para discutir os impactos da tecnologia no dia a dia das pessoas. A proposta da Vivo é  aproveitar as novas oportunidades oferecidas pela digitalização em favor da sociedade e ao mesmo tempo, mitigar os novos riscos associados a ela.

“Estamos vivendo uma revolução digital que influencia a forma como as pessoas se relacionam e interagem, por isso a importância de discutirmos a conectividade para todos como um impulsionador central dessa transformação, aliada à necessidade de modernização de novas leis e regulamentação”, reforça Eduardo Navarro, presidente da Telefônica Brasil/Vivo.

A Vivo entende a importância de definir um pacto que proteja os direitos do cidadão e garanta que os benefícios dessa nova era digital cheguem a todos. “Estamos comprometidos em construir o novo Brasil. Queremos ser protagonistas nesse movimento que vai transformar a vida das pessoas, ampliando o acesso dos brasileiros à educação e ao mundo digital, com maior confiança e sustentabilidade”, finaliza Navarro.

Para nortear este debate, o Manifesto por um Novo Pacto Digital considera cinco princípios: Digitalização; Inclusão Digital; Educação; Segurança & Privacidade; e Modernização de Leis & Políticas Públicas.

Digitalização e Inclusão Digital

Digitalização, no sentido de conectividade, é o pontapé inicial para ampliar a inclusão digital. Mais da metade da população mundial ainda não está conectada e para haver uma mudança significativa neste cenário, a implantação da banda larga deve ser prioridade para as administrações públicas. A operadora defende ainda redes de acesso inovadoras e sustentáveis, com modelos de negócios novos e colaborativos e melhores serviços públicos digitais.

Educação

Os governos devem adotar as políticas públicas necessárias para garantir que os cidadãos estejam prontos para viver no novo ambiente digital. Como resultado da força da Internet das coisas (IoT) e da inteligência artificial, que trazem soluções para facilitar a vida das pessoas, em um curto espaço de tempo, muitas funções serão automatizadas. Os profissionais devem estar preparados para adquirir novos conhecimentos e exercer novas atividades. A Vivo defende que, em colaboração com outros agentes sociais, os agentes públicos mobilizem as mudanças necessárias na educação e preparação da sociedade para a transição do trabalho e empregabilidade, garantindo direitos do cidadão em uma era de grandes transformações.

Segurança & Privacidade

Confiança e transparência são pontos importantes para impulsionar mudanças sociais positivas em áreas como saúde, educação, transporte e outros. Para isso, é essencial que os usuários tenham conhecimento e controle sobre seus dados e possam decidir como e quando serão utilizados. A empresa defende o uso responsável da inteligência artificial e dos algoritmos, pautados em princípios éticos e que as plataformas globais tenham um comportamento responsável para garantir uma digitalização mais sustentável. Estas mudanças devem estar acompanhadas de políticas públicas eficientes que garantam a privacidade dos dados e reestabeleçam a confiança digital, defende a empresa.

Modernização de Leis & Políticas Públicas

A modernização de leis e políticas públicas é fundamental para o completo desenvolvimento da sociedade na era digital. Leis, regulamentos e políticas públicas devem contribuir para impulsionar a inovação, o empreendedorismo e definitivamente, a inclusão digital. Tudo isso para garantir os direitos do cidadão na era digital.

 

  • Via Assessoria de imprensa