Versões funcionais do Ubuntu Touch devem ficar prontas no final de Maio

Por -

O novo sistema operacional para celular, o Ubuntu Touch, feito pela empresa Canonical, famosa pela distribuição Linux mais amigável do mercado, e que foi anunciado a algum tempo atrás, ainda não mostrou para que veio. Já existem versões alpha (em estado imaturo de desenvolvimento) disponíveis para desenvolvedores testarem, e que são compatíveis com dispositivos que rodam Android, como o Galaxy Nexus, o Nexus 7 e outros mas ainda não são muito funcionais. Porém, segundo Rick Spencer, vice presidente de Engenharia do Ubuntu, no final deste mês, uma versão estável e funcional deverá estar disponível.

Ubuntu Touch

Ubuntu Touch

Isto significa que você poderá instalar o Ubuntu no seu celular e continuar usando as funções essenciais do aparelho, o que não é possível com a última versão.

Os seguintes recursos deverão estar funcionais:

  • Fazer e receber ligações
  • Enviar e receber mensagens SMS
  • Navegar na internet usando WIFI e 3G
  • Alterar a conexão de dados entre o WIFI e o 3G
  • Sensor de proximidade para apagar a tela, quando você aproxima o telefone da orelha
  • Importar contatos de outras fontes, e adicionar e editar contatos
  • Quando atualizar o sistema, os dados do usuário serão mantidos, não havendo a necessidade de um reset completo.

A versão que foi liberada para testes anteriormente, ainda era muito crua mesmo para os desenvolvedores. Agora com esta nova versão, muitos poderão instalar o Ubuntu Touch nos seus aparelhos e utilizá-lo no dia-a-dia, enquanto testam e desenvolvem novos aplicativos.

Para quem tem interesse em saber mais, o site do Ubuntu traz mais detalhes. Em alguns dias os links para download da nova versão estarão disponíveis, para a felicidade de alguns desenvolvedores.

Fonte: AndroidCommunity

 

Engenheiro de Computação, atuando no desenvolvimento de software a 16 anos, blogueiro iniciante e geek nas horas vagas. Atualmente possui um celular Galaxy Note 3. Gamer nas horas vagas, é fã da série Dragon Age, Mass Effect, The Elder's Scrolls.

Deixe uma resposta