Star Trek: Bridge Crew contará com inteligência artificial

Por -

Inteligência Artificial invade o Star Trek: Bridge Crew

O Watson está cada vez mais envolvido em projetos legais. Dessa vez, a plataforma de computação cognitiva da IBM vai invadir o universo games para ampliar a experiência do jogo de realidade virtual Star Trek: Bridge Crew, da Ubisoft.

A famosa produtora de games tinha um desafio em mãos: fazer um jogo pensado totalmente para a realidade virtual (VR) e oferecer uma imersão sem precedentes. Eis que o Watson entra na jogada. Para melhorar a experiência do jogador, a Ubisoft fez uso das tecnologias da IBM para inserir comando de voz ao jogo. Ou seja, ao invés do tradicional apertar de botões você pode gritar, instruir e distribuir ordens verbalmente aos tripulantes da sua espaçonave. Muito legal isso!

Em Star Trek: Bridge Crew o foco é o multiplayer, ou seja, se divertir com seus amigos. O jogador fará parte da Starfleet e vai se aventurar pela galáxia e enfrentar os seus perigos. Esqueça Capitão Kirk, Spock e sua turma, neste game somos apresentados a uma nova nave, a U.S.S. Aegis. Como membro da Federação, você e os jogadores deverão completar a importante missão de explorar um setor ainda não mapeado da galáxia: o Trench. Para isso, as ações e decisões que tomarem juntos serão essenciais. Ou seja, a interação é a grande sacada do jogo. A parte divertida (e inédita) é justamente que você vai poder interagir com seus amigos e com os personagens do jogo, utilizando apenas sua voz. Isso vai alavancar o futuro da realidade virtual e trazer à tona uma experiência totalmente imersiva.

Para que tudo isso pudesse funcionar, a IBM criou um software especialmente para o jogo, chamado VR Speech Sandbox, que combina Watson Unity SDK com dois outros serviços, Watson Speech to Text e Watson Conversation. Esses recursos são APIs responsáveis pela análise e interpretação do comando de voz, com capacidade de compreender a intenção da fala em linguagem natural.

Star Trek: Bridge Crew, estará disponível para PlayStation VR, HTC Vive e Oculus Rift no final do ano. A produção está sob os cuidados da Red Storm Entretainment, que auxiliou no desenvolvimento de jogos como Far Cry 3 e The Division. A ideia aqui é usar o dispositivo de realidade virtual para interagir com outros membros e controlar a sua nave enquanto explora o Universo.

Analista de Sistemas em tempo integral. Sou uma pessoa que ama animais e vídeo-games. Ainda está explorando o mundo e pensando em ser pai. No máximo conheço de alguns Gadgets, computadores e animais mas ainda não tem em seu sistema o programa filho 0.1. Fã de Apple e seus produtos desde quando adquiriu que conheceu o Amiga (primeira Fenasoft). Não desgruda do seu iPhone e costuma trabalhar num iMac 21 polegadas, mas também usa um iPad e AppleTv, acredito em JailBreak e vê recursos muito bons porem não curte fazer por ter princípios próprios.► YOUTUBE: https://goo.gl/R07Uod ► INSTAGRAM: https://goo.gl/UeCasA ► TWITTER: https://goo.gl/NMiYy1 ► FACEBOOK: https://goo.gl/pg1PKL ► SNAPCHAT: https://goo.gl/UtKQdF ► ME ADICIONA: https://goo.gl/3noz3c

Deixe uma resposta