Sony Xperia XZ1 [Análise / Review]

Kit da caixa do Sony Xperia XZ1

Sony Xperia XZ1 o verdadeiro editor 3D

Kit da caixa do Sony Xperia XZ1
Kit da caixa do Sony Xperia XZ1

O Sony Xperia XZ1 chega ao Brasil como o novo top de linha da Sony. Por ser um membro da família Xperia ele segue a mesma linha já adotada pela marca sem grandes diferenciais ou inovações no quesito desing.

Desing já marca registrada da Sony na linha Xperia
Desing já marca registrada da Sony na linha Xperia

O design é o clássico da Sony com aquele corpo quase sem bordas.

Lateral direita cheia de botões no Xperia XZ1
Lateral direita cheia de botões no Xperia XZ1

Na mão direita você teria acesso ao leitor de impressão digital que também é o botão de power, localizado na lateral, abaixo dos botões de volume e também acima do botão dedicado para a câmera fotográfica. Ainda falando na “caixa” do lado oposto temos a entrada para microSD e cartão SIM, na parte de baixo entrada de carregador USB-C e um microfone de saída de áudio, na parte de cima temos a entrada de P2 e outro microfone.

Entrada para apenas um SIM card e a bandeja para MicroSD.
Entrada para apenas um SIM card e a bandeja para MicroSD.

Na traseira, bem no meio, temos o logo Xperia bem tradicional da marca, ainda na traseira mas na parte superior temos o flash e do sensor NFC e a lente da câmera. Vale lembrar que ese modelo segue os padrões de certificação IP65/68,resistente à água e protegido contra poeira, mas não é para nadar com o smartphone.

A tela do do Xperia XZ1 tem IPS LCD de 5,2 polegadas, proteção Gorilla Glass 5 com resolução Full HD (1920×1080 pixels) e traz a tecnologia Sony Triluminos Display e X-Reality for mobile, que podem ser bem aproveitadas principalmente na reprodução de vídeos em alta-definição ou seja em 4k. Tenho a dizer que entrega cores é muito boa e bem real. A visibilidade ao ar livre mesmo sob a luz do sol é surpreendentemente muito boa. O software da Sony também permite ajustar o equilíbrio de branco da tela e há três modos de cores diferentes com profissional, padrão e super-vivo que alterará a gama de cores e o contraste da tela.

ótima qualidade de tela em qualquer posição
ótima qualidade de tela em qualquer posição

Do lado de dentro, temos algo que todo mundo quer ouvir, processador Qualcomm Snapdragon 835,GPU Adreno 540, 4 GB de RAM – aqui eu fiquei triste pois poderia ter uma versão com 6GB mas não tivemos, Android 8.0 Oreo de fábrica, 64 GB de armazenamento interno, considerado o mínimo para qualquer smartphone premium, possível ampliar a memória para até 256 GB com uso de um cartão microSD.

Agora vamos falar do segundo ponto queridinho por muitos as câmeras. O sensor traseiro, um Exmor RS de 19 MP com estabilização de imagem em 5 eixos, abertura de f/2.0 e 960 fps, que entregam vídeos em super slow motion bem legais, além é claro da tradicional gravação de vídeos em 4K, aqui meu primeiro mimimi gravar em 4k nesse modelo não travou como já ocorreu com outros aparelhos da Sony. A noite ou em ambientes de baixa luminosidade, o Xperia XZ1 perde para outras marcas, mas faz boas fotos. Para a câmera frontal a Sony mandou logo uma de 13 MP com lente grande angular permite selfies com toda a turma, sem cortar ninguém, com abertura f/2.0 de 22mm e tecnologia SteadyShot, que faz fotos com ótima qualidade, senti falta de um flash aqui, mas tudo bem.

Agora vamos falar do que realmente achei o máximo no Xperia XZ1, estou falando do Criador 3D, um recurso incrível e muito interessante que permite digitalizar e modelar rostos, cabeças e objetos em 3D. Para isso basta abrir a o aplicativo digitalizador 3D funciona muito bem, já adianto é simples de usar mas não é simples conseguir o efeito desejado dá bom trabalho e requer muito espaço, isso porque precisamos de algumas condições de iluminação e espaço para conseguir algo perfeito. E é bem rápido e fácil transformar um objeto em 3D, algo estimado em 1 minuto e você ainda pode compartilhar nas mídias sociais, definir como seu papel de parede ou imprimir em uma impressora 3D, os arquivos gerados são no formato OB, compatíveis com quase todas as impressoras 3D do mercado. Aliado a outro aplicativo que vem instalado o Shadow a diversão é o limite pois permite criar diversos tipos de animações, como GIFs, clipes e trailers, com o que foi criado digitalmente.

Agora vamos ao calcanhar de Aquiles da maioria dos smartphones, sim bateria. Algo que no Sony Xperia XZ1 não é um problema, eu disse que bateria não era problema mas vamos aos dados da minha analise. A bateria do Xperia XZ1 é 2.700 mAh, mas aliada ao  Qualcomm Snapdragon 835, temos um menor consumo de energia. Mas ai temos a cartada na manga da Sony, o modo Stamina, que dá uma boa sobrevida à bateria, mas retira performance e atividades em segundo plano para garantir um tempinho extra de conectividade, no pior dos casos temos o Ultra Stamina que transforma o Xperia XZ1 em telefone somente. Mas ai entra outro poder de fogo que a Sony tem trabalhado suporte ao Quick Charge 3.0, que dá quase 50% da carga com apenas 30 minutos.  Não temos do que reclamar em relação ao desempenho do Sony Xperia XZ1, rodou jogos e aplicativos de forma excelente, sem travar, ficar lento ou qualquer coisa e durou muito quase 1 dia e meio, já apertando com filmagens e fotos consegui 8h de ação.

Confira algumas fotos feitas com o Sony Xperia XZ1:

Este slideshow necessita de JavaScript.

Veredito Final

O Xperia XZ1 é um smartphone bacana, mas não é barato chega ao mercado custando R$ 3.799, talvez esse seja o problema de vendas dele, vou dizer que é também o preço da inovação e da escolha dos materiais usados, mas sei que não vou convencer o consumidor final que vai acabar escolhendo outras marcas na mesma faixa de preço.

Para mim o 3D Creator e o super Slow Motion o diferenciam de outros smartphones, aliado é claro de ser um dos poucos que chega com Android Oreo e tem vários equalizadores de bateria, mas como eu disse o consumidor brasileiro talvez não queira pagar o custo desta modernidade.