Samsung lança media center Android

Por -

De Luiz Cruz, do INFO Lab

Depois de lançar o tablet de 8 polegadas, durante o evento Mobile World Congress 2013, a fabricante coreana anunciou um media center para estender a capacidade multimídia dos smartphones e tablets com Android. Semelhante, mas com mais recursos que a solução adotada pela Apple.

 

Samsung_HomeSync

 

 

O media center oferece armazenamento de 1 TB para oito usuários simultâneos. Cada usuário tem uma identificação e uma senha, e pode ou não habilitar criptografia. Pelo padrão de Wi-Fi suportado pelo aparelho, que é o IEEE 802.11 b/g/n dual band (com 2×2 MIMO), o dispositivo deve suportar streaming via Wireless Display (WiDi). Vale mencionar que no INFOlab testamos este recurso do Samsung Galaxy SIII com o monitor Samsung T27B750, que suporta esta tecnologia. A empresa parece não apostar todas as suas fichas no Miracast por enquanto.

O mais importante: ele suporta saída em 1080p, com suporte aos formatos de vídeo H.264, H.263, MPEG4, VC-1, Sorenson Spark, WMV7/8, MP43, VP8 e DivX. Além dos principais formatos de áudio, incluindo FLAC.

Segundo o anúncio oficial, as demais configurações são:

• Processador dual core de 1,7 GHz;
• Memória de 1 GB RAM;
• Armazenamento de 1 TB mais 8GB;
• Conexões: 2 x USB 3.0, 1 x microUSB (conexão com o PC), Bluetooth 4.0, Gigabit Ethernet e saída óptica de som (com amplificação).

O dispositivo vem com Android embutido e dá acesso a loja de aplicativos do Google. Roda sem problemas Netflix e streaming de conteúdo alugado pela própria Google Play. O acabamento é primoroso também. Do tamanho de um HD externo, ele tem carcaça que imita aço escovado e as conexões ficam na parte traseira. O HomeSync ainda não tem preço definido, mas as vendas começam em Abril nos Estados Unidos.

 

Via INFO Exame

 

Engenheiro de Computação, atuando no desenvolvimento de software a 16 anos, blogueiro iniciante e geek nas horas vagas. Atualmente possui um celular Galaxy Note 3. Gamer nas horas vagas, é fã da série Dragon Age, Mass Effect, The Elder’s Scrolls.

Deixe uma resposta