Samsung Galaxy Fold primeiro telefone dobrável, da Samsung

Depois de muita espera, acabou o mistério sobre o tal Galaxy F, ele agora tem nome oficial é o Galaxy Fold. Um misto entre um tablet e celular que fechado e usado como smartphone temos uma tela de 4.6 polegadas e aberto temos uma tema de 7,3 polegadas, ambas em AMOLED Infinity Flex Display. Na verdade o que ninguém percebeu é que são três telas, sendo a smartphone que vai para traseira quando o modo tablet é aberto revelando assim as outras duas telas, ou seja, de um lado do parelho temos uma tela dupla.

Para o abrir e fechar a Samsung projetou uma dobradiça sofisticada com várias engrenagens de intertravamento que fica oculto quanto as telas estão abertas. A tela principal, vou chamar de smartphone normal, tem resolução QXGA+ 2152×1536 pixels e o modo tablet vira um display HD+ 1960×840 pixels.

Claro que um dispositivo como esse precisa de espaço e nesse ponto a Samsung foi generosa, ele virá com 512GB de armazenamento interno, 12GB de RAM, e para segurar tudo isso temos uma bateria de 4.380mAh.

Câmeras a Samsung também foi generosa, na parte traseira um sistema de câmera tripla, sendo uma de 12 megapixels com abertura variável de ƒ/1,5 a do meio de 12 megapixels com lente teleobjetiva para zoom óptico 2x; e uma terceira de 16 megapixels ultrawide com ângulo de 123º. No modo tablet o aparelho, ganha uma câmera dupla de 10 megapixels e a segunda de 8 megapixels. Já no modo smartphone, temos a câmera frontal de 10 megapixels com abertura ƒ/2,2 para selfies. Em resumo é um aparelho de 6 câmeras.

No modo tablet a Samsung fez questão de demonstrar que é possível rodar até três aplicativos de uma só vez no aparelho e que os aplicativos precisam sofrer alguns ajustes para alternar entre os modos smartphone e tablet, alguns apps como WhatsApp, Office e YouTube já foram otimizados; a Samsung promete que outros sejam em breve, uma vez que ele está rodando uma versão customizada do Android 9 (Android Pie) para realizar essas ações.

A Samsung planeja lançar o Galaxy Fold no dia 26 de abril, a partir de… US$1.980 em quatro cores verde, azul, cinza e preto; com possibilidade de personalizar a cor da dobradiça.

Ainda é muito cedo para falar, mas é inevitável que a Samsung deu o primeiro passo no mercado de smartphones dobráveis com o Galaxy Fold. Por ser pioneiro é claro que teremos problemas, é claro que será caro e também é claro que vai quebrar bastante, mas é a primeira geração de algo que ninguém tinha feito