Redmi 2 Pro – Review

Por -

Confira no Review sobre o Redmi 2 Pro

A Xiaomi chegou ao Brasil em menos de 1 anos e apresentou algumas versões do seu smartphone mais básico pulamos o review do Redmi 2 para falar do seu irmão mais potente o Redmi 2 Pro, que chega ao mercado Brasileiro com o dobro de memória RAM, o dobro de armazenamento interno e com o mesmo preço que seu o smartphone tinha quando chegou ao Brasil.

Esse é o kit que vem com seu Redmi 2 Pro

Esse é o kit que vem com seu Redmi 2 Pro

Para quem procura um aparelho barato e de boa qualidade, não é muito existem com câmeras, ou não conhece muito de smartphones e quer um aparelho bom para falar e acessar internet vale a pena dar uma olhada nesse review sobre o Redmi 2 Pro, inclusive aqui faço uma recomendação, se for para comprar não compre o Redmi 2, compre o Redmi 2 Pro, afinal ambos estão equipados com Android MIUI 7, ambos os telefones possuem tela HD (720 x 1280 pixels), câmera para selfies e dual-chip 4G.

A grande diferença entre os smartphones da Xiaomi está no desempenho. Enquanto o Redmi 2 traz um 1 GB de RAM e 8 GB de armazenamento interno, o Redmi 2 Pro possui o dobro de capacidade: 2 GB de RAM e 16 GB de memória interna. O processador é o mesmo: um Snapdragon 410 de 64 bits e quatro núcleos de 1,2 GHz.

Ai fica a dúvida porque a Xiaomi já não lançou a sua versão Pro quando chegou ao Brasil ?

Design

Em termos de design, o Redmi 2 Pro é bastante simples e não evoluiu muito em relação ao modelo anterior, inclusive quando comparados lado a lado você não consegue distinguir quem é quem. A Xiaomi apostou em uma linha mais clássica com poucas curvas na parte frontal, bem como nas laterais.

Laterais apenas 2 botões metálicos que fazem parte da tampa traseira do Redmi 2 Pro

Laterais apenas 2 botões metálicos que fazem parte da tampa traseira do Redmi 2 Pro

A tampa traseira plástica é removível e tem acabamento fosco. Na parte frontal, os botões capacitivos são vermelhos e acabam se destacando por conta disso. Infelizmente, eles não são retroiluminados, então uso a noite me senti um pouco perdido.

Com uma tampa lisa e muito bem acabada é a traseira do Redmi 2 Pro lembrando um Lumia

Com uma tampa lisa e muito bem acabada é a traseira do Redmi 2 Pro lembrando um Lumia

O aparelho transmite uma sensação de resistência e seu manuseio é bastante agradável. O Redmi 2 Pro é um aparelho bonito, simples visualmente mas de boa qualidade, nada de grandes inovações.

Redmi 2 Pro e Redmi 2 lado a lado, visualmente não há diferenças

Redmi 2 Pro e Redmi 2 lado a lado, visualmente não há diferenças

A pegada por sua vez na mão é bem confortável, e se encaixa muito bem em mão pequenas, porem aqui fica minha primeira recomendação, vale a pena colocar uma capa, pois ele é bem liso na parte traseira e pode e vai escorregar da sua mão, infelizmente passei por isso, o aparelho não teve tela quebrada mas infelizmente ficou com pequenas marcas na lateral.

Tela

O Redmi 2 Pro conta com uma tela de 4,7 polegadas IPS LCD e resolução de 1280×720 pixels, para quem usa um iPhone 6 Plus ou mesmo equipamentos com tela maior, sentem que ele nem existe na sua mão ou no seu bolso devido ao tamanho da tela.

A tela tem uma qualidade muito boa, não importando o ângulo de visão

A tela tem uma qualidade muito boa, não importando o ângulo de visão

O display conta com proteção AGC Dragontrail, quanto a riscos a bicha é valente, aqui volto a dizer ele caiu de tela no chão e ficou em um bolso com chave, e de tela não ficou uma marca. Graças a essa tecnologia de tela as cores da mesma são bem nítidas e reais.

Xiaomi trabalhou muito bem na tela, ela é muito bonita

Xiaomi trabalhou muito bem na tela, ela é muito bonita

Para quem caminha e digita a tecnologia do displays é bem confortável, ao menos consegui digitar bem mesmo na claridade. O brilho é forte, as cores têm boa saturação e o ângulo de visão é amplo

Infelizmente, os botões que dão controle ao Android do Redmi 2 Pro não são iluminados, o que dificulta um pouco na hora de usar-lo no escuro.

Ainda parte frontal do Redmi 2 Pro esconde um pequeno LED de notificações, que fica logo abaixo do botão de início, e que pode ter cores personalizadas para cada ação.

Câmera

O aparelho tem câmera principal de 8 MP com flash LED e HDR.

A câmera traseira do Redmi 2 é boa ou devo dizer é excelente para um celular intermediário, ela pode ser considerada a aparelhos, como o Moto E ou mesmo do Moto G de 2ª geração.

Flash, câmera, microfone e saída de áudio

Flash, câmera, microfone e saída de áudio

A câmera não oferece grandes ajustes, mas é bem prática e bem simples de usar, sem grandes avanços de software. Com o modo HDR ativado, cada foto precisa de dois ou três segundos para ser capturada, particularmente isso é péssimo, pois para gerar uma foto com super qualidade você precisa não se mover e esperar ele processar, mas vai falar isso para um animal ou mesmo para que ainda não conhece muito de foto, o autofoco demora um pouco, mas até que faz um bom trabalho.

Na câmera frontal foi desenvolvida pensando nas selfies, pois o software identifica sua faixa etária e aplica filtros específicos, deixando a imagem menos artificial. Há também um timer no selfie, localizado logo abaixo da câmera: isso evita que você olhe para outros pontos na hora da foto.

Resultado da Câmera frontal, o modelo não ajuda.

Resultado da Câmera frontal, o modelo não ajuda.

Detecção de idade nas fotos.

Detecção de idade nas fotos.

Para vídeos, ele sofre pela falta de estabilização óptica, mas também não é nada ruim, cumpre o que promete.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Bateria

O Redmi 2 Pro conta com uma bateria de 2.200 mAh para o meu nível de uso não foram suficientes para se chegar ao final do dia, mas como sempre falo uso Facebook, participo de vários grupos de WhatsApp e Telegran então não sou um parâmetro, mas são suficientes para um usuário comum passar o dia inteiro sem precisar recarregar o aparelho.

Tirando a tampa traseira do Redmi 2 Pro temos acesso a bateria e também aos SIM Cards e ao microSD

Tirando a tampa traseira do Redmi 2 Pro temos acesso a bateria e também aos SIM Cards e ao microSD

Uma coisa legal da Xiaomi é que o por padrão o celular vem configurado em um modo equilibrado de energia.

A bateria do Redmi 2 Pro

A bateria do Redmi 2 Pro

Entretanto, se você quiser mais desempenho, é possível ativar o modo “maratona”, que faz com que não haja economia em nenhum item, como brilho de tela, por exemplo.

Outro fator que ajuda muito a bateria é o processador que é um Snapdragon 410 quad-core de 1,2 GHz, e com a MIUI 7 a Xiaomi fez um ótimo trabalho de otimização entre o Android, a customização e o consumo de bateria.

Conclusão

Quando a Xiaomi chegou no Brasil com o Redmi 2 o mercado deu uma balançada e pode ver que haviam outras marcas além dos grandes player. O Redmi 2 Pro não decepcionou e mostrou que tem um conjunto equilibrado e com boas inovações relacionadas ao software. A memória RAM adicional e o aumento na capacidade para armazenamento são pontos que realmente podem fazer a diferença.

A interface simples faz com que ele fique bem mais popular.

A interface simples faz com que ele fique bem mais popular.

O aparelho tem uma boa relação custo-benefício de 2015, ao menos, até o momento, por reunir boa câmera. Principalmente se você ao invés de comprar somente o aparelho comprar a Mi Band ou mesmo a Mi Power Bank. A Mi Band não falei muito dela aqui pois pretendo fazer um review a parte para falar dela, mas posso fazer um comentário aqui sobre ela. Usada com o o Redmi 2 Pro, ela pode ser sua chave de desbloqueio do aparelho e também uma forma de saber se alguém estiver te ligando longe ou perto do seu smartphone, mas como disse vou falar mais sobre ela no review.

O preço é algo que pode variar de R$ 599 a R$ 729 em até 10 vezes. Até agora o aparelho era vendido somente na loja on-line da Xiaomi Brasil, porem ja haviam anunciado a parceria com a Vivo para começar a vender em suas lojas, e agora Xiaomi expandiu ainda mais seu mercado fazendo uma parceria com a Americanas.com, Shoptime e Submarino.

 

ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS

Sistema operacional: Android 4.4.4 KitKat com MIUI 6
Chipset: Qualcomm Snapdragon 410
CPU (SoC): Quad-core 1.2 GHz Cortex-A53
GPU (SoC): Adreno 306
RAM: 2 GB
Armazenamento: 16 GB + microSD de até 32 GB
Conexões: 4G, Wi-FI N, Bluetooth 4.0
Tela: 4,7”(1 280 por 720 pixels)
Peso: 136 gramas
Bateria: 2.200 mAh que é igual a 9h09min
Câmeras: 8 MP com flash e 2 MP

Prós
* Preço atraente
* MIUI é uma interface muito fácil de usar

Contras
* Câmera poderia ser um pouco melhor

Analista de Sistemas em tempo integral. Sou uma pessoa que ama animais e vídeo-games. Ainda está explorando o mundo e pensando em ser pai. No máximo conheço de alguns Gadgets, computadores e animais mas ainda não tem em seu sistema o programa filho 0.1. Fã de Apple e seus produtos desde quando adquiriu que conheceu o Amiga (primeira Fenasoft). Não desgruda do seu iPhone e costuma trabalhar num iMac 21 polegadas, mas também usa um iPad e AppleTv, acredito em JailBreak e vê recursos muito bons porem não curte fazer por ter princípios próprios.► YOUTUBE: https://goo.gl/R07Uod ► INSTAGRAM: https://goo.gl/UeCasA ► TWITTER: https://goo.gl/NMiYy1 ► FACEBOOK: https://goo.gl/pg1PKL ► SNAPCHAT: https://goo.gl/UtKQdF ► ME ADICIONA: https://goo.gl/3noz3c

Deixe uma resposta