Quantum FLY – Review

Por -

Quantum FLY mandando bem no custo-benefício

quantum-fly_1392

O recém-chegado Quantum Fly promete balançar o mercado, em um mercado que o preço de bons smartphones só tendem a crescer a Quantum fez o difícil lançou seu top de linha por R$ 1.299 (ou, se você parcelar no cartão, R$ 1.499).

quantum-fly_1391

Por ser um produto brasileiro, procurei ouvir alguns consumidores, muitos aos quais apresentei o smartphone disseram que era lindo em seguida completava é  brasileiro, ai muitos davam uma torcida de nariz e depois começavam a amar e destacar pontos no visual dele. Isso porque a primeira coisa que você nota quando pega o Quantum Fly é o peso de 140 gramas e o estilo sofisticado dele isso impressiona muito. Ok alguns disseram que lembrava os grandes player de mercado, principalmente quando você fala que tem três cores que são: stone gray (o cinza da foto), aurora blue (azul) e cherry blossom (rosa) — todos inspirados na natureza.

quantumfly-especificaoes

O aparelho é inteiro compacto e sem remoção de bateria, sua composição é feita de alumínio fosco e alguns pontos que misturam plásticos e vidro, vidro esse que me pareceu não ter cobertura gordura pois aparece e muito as marcas de dedo.

quantum-fly_1434

Na lateral apenas os botões de volume e o liga / desliga e do outro lado a gaveta dos cartões SIM e do microSD ficam no lado esquerdo, o Quantum Fly é dual SIM (4G em ambos), aqui há um pulo do gato, ele não é dual SIM e microSD em ambos, o primeiro slot é nano-SIM; o segundo, micro-SIM. A Quantum explica que essa abordagem foi necessária para permitir que o microSD – de até 128 GB – seja encaixado no slot 1, obrigando ao consumidor escolher usar o slot 2 para o SIM. Isso me incomodou um pouco.

Escolha chata, ou dois SIM ou um SIM e o microSD

Escolha chata, ou dois SIM ou um SIM e o microSD

Voltando a tela ela é de 5,2 polegadas, a Quantum chegou nesse tamanho depois de uma pesquisa com consumidores, para mim ok esse tamanho de tela me deu conforto, ainda mais pelo aspecto curvado das bordas dá para visualizar o conteúdo da tela a partir de ângulos variados sem dificuldades e mesmo em condições de luz extrema batendo sobre a tela.

quantum-fly_1421

O Quantum Fly sai de fábrica com o Android 6.0 Marshmallow quase puro. Há poucas mudanças e alguns poucos aplicativos da própria Quantum dentre eles ferramenta Backup e Restauração, o Gerenciador de Arquivos, o DashCam (transforma o smartphone em uma câmera automotiva, gravando sempre os 20 últimos minutos do trajeto e já está presente em todos os smartphones da linha) e o Quantum+ (dá acesso à comunidade online da Quantum). A Quantum prometeu que assim que assim que MediaTek lançar o suporte ao Android 7.0 Nougat  eles vão fazer os ajustes para esse upgrade.

quantum-fly_1408

Falando no processador MediaTek ele é o processador que equipa o Quantum Fly, mas não é qualquer MediaTek não, esse tem dez núcleos é o MediaTek Helio X20 que é dividido em 3 núcleos (4x Cortex-A53 de 1,4 GHz, 4x Cortex-A53 de 1,9 GHz, 2x Cortex-A72 de 2,1 GHz) e vão sendo acionados a medida que o consumidor precisa de potência, tudo isso é entregue graças a tecnologia Tri-Cluster a MediaTek.

quantum-fly_7295

Para aguentar esse poder de processamento a Quantum colocou 3 GB de RAM e 32 GB de memória interna, podendo expandir via microSD, a  bateria 3.000 mAh, se saiu bem, porem aqui é aquele meu problema,  tenho um nível elevado de notificações e na hora do almoço ele já estava em 14%, removendo os apps de mensagem e deixa algo mais próximo do consumidor padrão, o Quantum Fly aguentou um dia chegando para quase dois. O carregador que acompanha o produto não é USB-C e não conta com super carregamento, é o carregamento padrão.

quantum-fly_7353

Coloquei jogos como Pokémon Go que rodou numa boa mesmo como AR mode ligado, o jogo não travou, não fechou sozinho, mas tive algumas imprecisões de GPS, tanto nele quanto no Waze. O FLY também rodou bem jogos como Asphalt 8 (esse em um segundo momento não rodou, simplesmente travou na logo), Need for Speedy No Limits e Mortal Kombat. Com relação a parte sonora, temos a saída de som na parte debaixo do Fly, mas a furação engana um pouco, afinal existe aqui apenas um alto-falante eu esperava algo mais poderoso, mas não é ruim, mesmo com uso dos fones que são comuns mas bem confortáveis.

Saída de audio

Saída de audio

Já as câmeras, são um fator que pesa na decisão de compra do Quantum Fly. Ele até tem 16 megapixels na traseira e lente com abertura f/2,0 com flash LED dual tone. Na teoria, é um conjunto de recursos interessante. Na prática, os resultados dão uma sensação de que a câmera poderia ter recebido mais cuidados.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Você vai conseguir fazer fotos boas,  mas é  possível perceber perda de definição em alguns pontos das imagens, pode haver um incômodo excesso de branco em ambientes que tenham muita luz ou muita troca de luminosidade. Um problema que tive com as fotos também foram os movimentos, fotos com muito movimentos ficavam com efeito blur, isso porque o Quatum Fly demorava um pouco para focar e fotografar, mas nada absurdo ou que seja muito ruim.

Modificando as configurações da câmera encontrei a resolução chamada simplesmente de Quantum. Esse recurso existe desde o Quantum Go e, basicamente, faz um processamento adicional para deixar a imagem com resolução de 24 megapixels e mais qualidade. A câmera frontal vem 8 megapixels, abertura f/2,2, lente com ângulo de 80 graus e flash LED e da mesma forma que a traseira tem o recurso Quantum para deixar a imagem com resolução de 16 megapixels.

Com 8 megapixels, abertura f/2,2, lente com ângulo de 80 graus e flash LED

Com 8 megapixels, abertura f/2,2, lente com ângulo de 80 graus e flash LED

Um item que me encantou muito no Quantum Fly é o leitor de impressões digitais, fica na traseira em um lugar bem inteligente, para alguns não é um bom lugar, mas isso nunca irá agradar a todos e cada fabricante irá descobrir onde seu publico acha mais relevante. Mas voltando ao leitor ele é muito rápido consegue desbloquear o aparelho simplesmente posicionando o dedo ali, sem ter que ligar a tela antes, é claro que demora mais se a tela não está ligada mas nada absurdamente ruim.

O sensor ainda tem outra função que gostei é usar, ele serve como disparador de fotos, tanto para selfie quanto para traseira.

Uma curiosidade que perguntei a equipe da Quantum se essa digital era repassada para a conta Google ou até mesmo na conta Quantum, a resposta foi “A digital fica no dispositivo e não vai para nuvem, mas estamos conversando com o Google para isso” ou seja fica restrita ao dispositivo. Alguns vão perguntar do motivo deste meu questionamento, é por que você pode usar sua digital para fazer compras na Google Play, uma vez que envolva valores, para compras free não há essa necessidade.

quantum-fly_1402

Outro ponto que abordei inclusive durante o evento é assistência técnica, a equipe da Quantum disse que eles ainda usam a rede da Positivo Informática. Nas grandes capitais eles tem assistência própria porem me regiões menores o proprietário envia o dispositivo por correio e em sete dias tem o equipamento de volta.

Conclusão

Ao meu ver vale sim comprar um Quantum Fly, é um ótimo aparelho para quem busca performance e um preço regular, a câmera a mim não empolgou mas é satisfatória.

A escolha pelos 32 GB de memória interna foi na medida para o ideal, o leitor de digitais foi uma ótima pedida, alguns falaram até durante o evento que faltava NFC (Near Field Communication) ou tecnologia de aproximação, vou perguntar pra que! afinal quantos consumidores realmente usam NFC, acho que só deixa o equipamento mais caro e para atender alguns poucos consumidores.

ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS

  • Bateria: 3.000 mAh;
  • Câmera: 16 megapixels (traseira) e 8 megapixels (frontal);
  • Conectividade: 3G, 4G, Wi-Fi 802.11n, GPS, Bluetooth 4.1, USB 2.0, rádio FM;
  • Dimensões: 149,2 x 73,5 x 7,5 mm;
  • GPU: Mali-T880MP4 de 780 MHz;
  • Memória externa: suporte a cartão microSD de até 128 GB;
  • Memória interna: 32 GB;
  • Memória RAM: 3 GB;
  • Peso: 140 gramas;
  • Plataforma: Android 6.0 (Marshmallow);
  • Processador: deca-core MediaTek Helio X20 (64-bit) de até 2,1 GHz;
  • Sensores: acelerômetro, proximidade, luminosidade, impressão digital, giroscópio, bússola;
  • Tela: IPS LCD de 5,2 polegadas com resolução de 1920×1080 pixels (423 ppi).

Analista de Sistemas em tempo integral. Sou uma pessoa que ama animais e vídeo-games.
Ainda está explorando o mundo e pensando em ser pai. No máximo conheço de alguns Gadgets, computadores e animais mas ainda não tem em seu sistema o programa filho 0.1. Fã de Apple e seus produtos desde quando adquiriu que conheceu o Amiga (primeira Fenasoft). Não desgruda do seu iPhone e costuma trabalhar num iMac 21 polegadas, mas também usa um iPad e AppleTv, acredito em JailBreak e vê recursos muito bons porem não curte fazer por ter princípios próprios.

► YOUTUBE: https://goo.gl/R07Uod
► INSTAGRAM: https://goo.gl/UeCasA
► TWITTER: https://goo.gl/NMiYy1
► FACEBOOK: https://goo.gl/pg1PKL
► SNAPCHAT: https://goo.gl/UtKQdF
► ME ADICIONA: https://goo.gl/3noz3c

Deixe uma resposta