O que os Smartphones precisam que eles já não possuem ?

Iniciamos o mês de setembro, e junto com ele, a temporada de novidades no mercado de Smartphones. A começar pelo IFA 2014, a maior feira de eletrônicos da Europa, que rola no dia entre os dias 05 e 10 de Setembro, em Berlin, capital da Alemanha. E teremos também o evento de lançamento do iPhone 6, um novo Samsung Galaxy, etc, etc…

iphone5O que esperar de novidades no já tão saturado mercado de Smartphones? O que eles poderiam fazer que já não fazem ? Serem mais finos? Telas melhores? Padronização do NFC? Preços menores? Quem sabe um leitor de iris ? A verdade é que a cada geração, não existe muito mais novidades para apresentar, o que pode ser um reflexo da maturidade do mercado. E isso pode nem ser de tudo ruim, pelo menos para os usuários.

Por quanto tempo você usa seu aparelho, sem desejar possuir um modelo novo? 1 ano? 2 anos? Será que chega a 3 anos? Você já teve a sensação de que, ao trocar de aparelho, você nem tinha aprendido a usar tudo que o modelo anterior te oferecia? São muitas novidades para um usuário normal aprender a usar em tão pouco tempo.

Mas vamos pensar em algumas coisas que ainda poderão virar realidade num futuro próximo…

Uma das coisas que vêm a mente é a questão do uso do celular como dispositivo de pagamento. Imagina não precisar mais usar sua carteira para carregar os cartões de crédito, pois todos estarão “dentro” do seu aparelho. Basta-se aproximar do dispositivo de “leitura” do cartão da loja, e uma tela abre no seu celular, informando o valor da compra, e você coloca seu dedo ou digita uma senha e pronto! Só aguardar a fatura depois! É verdade que alguns bancos já oferecem aplicativos capazes de ler códigos de barras e preencher todas as informações do boleto, e basta digitar a senha, e pagar as contas direto pelo celular, o que já é um grande avanço!

Já começou e em pouco tempo será padrão os dispositivos trazerem algum sensor capaz de biometria embutido. Além de servirem para identificar que você é você mesmo, na hora de realizar uma transação financeira, também servirão para aplicações de saúde como contar seus batimentos cardíacos, ou o número de passos que você deu no dia, incentivando a adoção de um estilo de vida mais saudável. Tudo com a ajuda de um SmartWatch, que apesar de parecer completamente dispensável, poderá acrescentar funcionalidades úteis para aqueles dispostos a adotarem novas tecnologias e utilizarem ao máximo seu potencial.

Outra área que muitos anseiam por novidades, é, sem dúvida, a duração das baterias. É frustrante chegar ao final do dia, e quando mais precisa usar seu aparelho, a bateria arriar, e você ficar na mão. Engraçado que isso tende a acontecer justamente quando você mais precisa de usar!

A tecnologia de baterias ainda não evoluiu na mesma proporção dos componentes de hardware e software dos aparelhos. Cada dia mais, fazem mais funções, e para alimentar tudo isso, precisam aumentar o tamanho das baterias, o que nem sempre é desejável. E quanto maior o tamanho da bateria, maior o tempo necessário para recarregá-la! Por isso já estão surgindo pesquisas prometendo reduzir o tempo de carregamento para poucos minutos e também aumentando a capacidade da bateria utilizando-se novos materiais na sua composição, para ultrapassar a limitação dos Ions de Lítium, material utilizado na grande maioria das baterias atuais.

Outro ponto importante que não está relacionado diretamente à tecnologia dos dispositivos que temos em mãos, e sim com a melhoria da infraestrutura de comunicação em si, é a questão do acesso à internet a partir dos dispositivos móveis. Cada vez mais, nossos dados estão “na núvem”, e ficamos completamente dependentes de um sinal de qualidade e com velocidade aceitável para que as experiências de uso das novas tecnologias não sejam também frustrantes. Nada mais terrível do que você precisar mandar aquela mensagem para alguém no Whatsapp, mas seu celular está com sinal fraco, e não consegue conectar na rede 3G, que diga-se de passagem, no Brasil é uma lástima.

Enfim, mesmo estando atrasados em relação ao resto do mundo, não dá para negar que os smartphones trouxeram muitas facilidades a vida das pessoas, e embora facilite a comunicação a distância e traga mais conteúdo do que podemos consumir, ao alcance dos dedos, também está trazendo mudanças de comportamento quanto a vida social, trazendo inclusive um pouco mais de isolamento, isto é, menos conversas que se olham nos olhos uns dos outros.

E você ? O que acha que faltam nos smartphones ?

Inspiração: Gizmodo