Moto G6 Plus [Análise / Review]

A linha Moto G é sempre o carro chefe da Motorola por seu histórico e nada como reformular a linha com na sua 6ª versão com um modelo um pouco maior como o Moto G6 Plus.

O design do Moto G6 Plus veio “copiado” do Moto X4 que mesmo tento as lentes um pouco para fora e que pode arranhar um pouco, mas parece ter acertado em cheio o gosto do público. A traseira é de vidro cheio de personalidade e claro fica cheio de marca de dedo. Na frente temos uma tela de 5,9 polegadas com resolução Full HD+ (2160 x 1080 px), a tela IPS com proporção 18:9 são a tendência do momento e têm como principal objetivo oferecer mais espaço para o conteúdo, mantendo o dispositivo com um tamanho confortável.

Por dentro temos um processador Snapdragon 630, 4 GB de RAM, 64 GB de capacidade para armazenamento de dados e câmera dupla na traseira.  O conjunto garante uma boa eficiência energética, porem ele deu uma engasgada em alguns jogos um pouco mais pesado para iniciar mas depois funcionava de boa.

Bandeja para dois SIM cards e mais um cartão de memória

Uma coisa que a Motorola melhorou e muito no Moto G6 foi o leitor de impressão digital, está muito veloz e da mesma foram que os demais produtos da Motorola ele teve os gestos foram mantidos, o que garante uma qualidade bem legal ao usar toda a área do aparelho.

Quando o Moto G6 Plus veio a bateria de 3.000 mAh. O que eu pensei que não ia me aguentar no dia a dia de muitas mensagens, vídeos e outras tarefas, mas ele se mostrou capaz, graças principalmente por causa do processador que garante um gasto de energia é inteligente. A parte bacana é que mesmo que você ande com o carregador, você não precisa ficar horas plugado na tomada, pois a Motorola deixou o Quick Charge 4 nesse modelo, a tecnologia da Qualcomm garante que em 40 minutos você já terá 50% da carga do aparelho e de quebra o carregador é Turbo Power, união perfeita. Bom voltando ao meu gasto, deu um dia de uso continuo chegando em casa com 10% e no pior caso 5%.

Mesmo com o rabicho a Tv as vezes não pega bem

Um detalhe importante: esse aparelho não é à prova d’água. Ele tem proteção contra respingos. O Moto G6 Plus conta com TV Digital, é possível assistir aos seus programas favoritos, o recurso funciona bem e ainda permite gravar a transmissão para assistir em outro momento, porem você depende do uso de fone como antena da TV digital ou muitas vezes andar com o acessório que vem na caixa, mas dependendo de onde se usa com movimento no trânsito, andando de ônibus, nem sempre é fácil conseguir se manter assistindo.

A câmera traseira vem 12 megapixels e a secundária 5 megapixels, a segunda câmera foi idealizada para permitir o modo retrato e os de recorte de fundo e cores. Funciona satisfatoriamente com muita luz, não tendo luz fica com bastante ruído na foto.

Na câmera frontal (selfies) vem 8 megapixels e possui abertura de 80 graus , ficam boas em locais iluminados, já em ambiente escuro mesmo com o flash frontal ainda fica um pouco a desejar, mas para um intermediário está bom.

Confira algumas fotos com o Moto G6 Plus:

Veredito Final

Embora vá do uso de cada um,  ao meu ver o Moto G perdeu infelizmente com o mercado a seu custo que agradava. Oferece uma experiência positiva em termos gerais, mas ele está longe de voltar a ser o queridinho que já foi.