DroneShow o uso de drones para logística

A MundoGeo, responsável pela DroneShow e Mundo GEO Connect, que acontecem de 25 a 27 de junho, no Centro de Convenções Frei Caneca, promove um painel de e-commerce com grandes nomes do mercado para debater sobre demandas e casos de sucesso de soluções utilizando drones associados a Indústria 4.0 para operações de delivery e logística.  O encontro será realizado no dia 27 de junho, as 10h50, mediado pelo Engenheiro de Software e CEO da SMX Systems, Samuel Salomão, e com a participação dos sócios da Flores online, Luiz Torres (CEO) e Lucas Buffo (CIO); do diretor de inovação da B2W, Alexandre Mafra; além do diretor de delivery do iFood, Roberto Gandolfo.

Na ocasião, os executivos falarão sobre o ecossistema de drones e o potencial da sua utilização para entregas de medicamentos, alimentos e outras mercadorias. Só em 2018, segundo dados da Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC), houve um crescimento de 100% na quantidade de solicitações de registros de drones para uso profissional. O Departamento de Controle do Espaço Aéreo (DECEA) também teve um aumento no número de solicitações de operações com drones, passando de 13 mil em 2017 para 80 mil em 2018. 

Segundo a Federal Aviation Administration – FAA, órgão responsável pelo setor de aviação dos Estados Unidos, correspondente ao que é a ANAC no Brasil, as áreas da aviação nos Estados Unidos e no mundo, como transporte de cargas, de pessoas, tráfego aéreo e drones pode triplicar até 2023. Empresas como Amazon, Google e Walmart já experimentaram e continuam testando drones para entregas.

Pioneira: Startup brasileira de delivery de medicamentos

No Brasil, um case de sucesso na área de delivery é o da startup SMX Systems, do paulistano Samuel Salomão. A empresa é a primeira e única a atuar, dentro da atual legislação, com o desenvolvimento de sistemas aéreos não tripulados (UAS) para o transporte e entrega de cargas leves. Em operação desde janeiro de 2018, a SMX realizou testes com o uso da tecnologia para melhorar a experiência das pessoas que vivem em propriedades localizadas às margens de rios ou de difícil acesso. A tecnologia e trabalho da SMX rendeu uma parceria com com o Grupo Elfa – composto por empresas varejistas e distribuidoras de medicamentos, juntamente com o laboratório farmacêutico Sanofi, para testes com a entrega de medicamentos com drones.  Além disso a empresa vem recebendo periodicamente muitas demandas para desenvolver projetos e operações para as mais diferentes situações.


Este ano, a DroneShow espera 4 mil participantes, com previsão de um aumento de 15%, com relação à última edição. E contará com a participação de 80 expositores nacionais e internacionais – entre fabricantes, importadores e prestadores de serviço –, um crescimento de quase 30% comparado a 2018. Para atualização tecnológica o evento tem 40 atividades, 200 palestrantes e 240 horas de programação de conteúdos entre cursos, seminários e fóruns. As inscrições estão abertas e para participar basta acessar https://droneshowla.com/programacao-droneshow-2019/e escolher as atividades que deseja ou se inscrever só para visitar a feira.

  • Via Assessoria de imprensa