Correios lançam operadora de celular

Por -

Correios lançam operadora de celular sem franquia o uso do WhatsApp

Os Correios lançaram oficialmente sua própria operadora de telefonia móvel, a ‘Correios Celular‘. O serviço está disponível apenas para região metropolitana de São Paulo e com venda em somente algumas agências por hora, mas a meta da empresa é a de atuar em todo o Brasil. Os Correios prometem a maior cobertura 4G do país. A meta é atingir o público das classes C, D e E

Os planos comercializados pela nova operadora são a partir de R$ 30 e tem franquia de navegação na internet de 1GB por dia. De acordo com a empresa, após alcançar o limite dos dados, a navegação não será cortada, como ocorre nas demais operadoras,  a velocidade será apenas reduzida.

Outra proposta da empresa é que pelo plano, não são descontados da franquia o uso do aplicativo WhatsApp – incluindo chamada de voz, fotos e mensagens – e nem o acesso ao site do Correios Celular, dos Correios e do Governo Federal. São oferecidos 100 minutos em ligações em DDDs para qualquer operadora fixa ou móvel. Não é possível usar o chip fora do país.

Quando o cliente não renova o plano de R$ 30 reais mensais, os serviços passam a ser tarifados, neste caso, ele pagará R$ 1 por minuto pelas ligações locais e por SMS nacional, e R$ 0,10 por megabyte de internet.

Após cada utilização dos serviços, o usuário recebe uma mensagem informando o uso, a quantidade de minutos de voz/SMS ou dados consumida e o saldo atualizado. As recargas poderá ser feita em qualquer uma das 12 mil agências dos Correios pelo País, e também nos pontos de venda da Cielo – em breve, também haverá recarga pela internet e pelo celular.

Nos próximos meses, a empresa deve começar a oferecer chips em Brasília e Belo Horizonte – a meta é alcançar todos os Estados do Brasil até o fim do ano. Em 2018, os Correios vão começar estudos para definir a viabilidade de oferecer planos pós-pagos.

Operadora virtual

Agora vamos a mágica do Correios em ter essa operadora que é  um projeto antigo da empresa, desde que, em 2010, a Anatel liberou o modelo de operadoras virtuais no País. Nesse sistema, uma empresa ou organização pode vender chips e planos de telefonia móvel, sem precisar se preocupar com a infraestrutura de telecomunicações – tarefa que cabe a uma operadora parceira. É o que vai acontecer na Correios Celular: enquanto os Correios cuidam do atendimento, a infraestrutura será responsabilidade da EUTV, empresa que venceu licitação realizada pela estatal em maio do ano passado, porem a EUTV também é uma operadora virtual que tem de investir em infraestrutura e cuida de parte das conexões dos usuários, só que a EUTV utiliza a rede da TIM, como é o caso de outras operadoras virtuais brasileiras, como a Porto Seguro Conecta.

Analista de Sistemas em tempo integral. Sou uma pessoa que ama animais e vídeo-games. Ainda está explorando o mundo e pensando em ser pai. No máximo conheço de alguns Gadgets, computadores e animais mas ainda não tem em seu sistema o programa filho 0.1. Fã de Apple e seus produtos desde quando adquiriu que conheceu o Amiga (primeira Fenasoft). Não desgruda do seu iPhone e costuma trabalhar num iMac 21 polegadas, mas também usa um iPad e AppleTv, acredito em JailBreak e vê recursos muito bons porem não curte fazer por ter princípios próprios.► YOUTUBE: https://goo.gl/R07Uod ► INSTAGRAM: https://goo.gl/UeCasA ► TWITTER: https://goo.gl/NMiYy1 ► FACEBOOK: https://goo.gl/pg1PKL ► SNAPCHAT: https://goo.gl/UtKQdF ► ME ADICIONA: https://goo.gl/3noz3c

Deixe uma resposta