Apple lança iPhone 6 com 4,7 e iPhone 6 Plus com 5,5

Novos iPhones

A Apple vem sofrendo uma série de vazamentos e rumores que saíram do controle e só estragam ainda mais a surpresa, então no evento no Flint Center 2014 foi praticamente um evento para confirmações de novos e informações do que eram os hardwares e tamanhos no entanto, isso não tirou o brilho da empresa ao subir no palco do e apresentar os seus novos produtos. Agora passado o  frisson vamos ao que interessa.

Fomos apresentados so iPhone 6 com com tela de 4,7 polegadas e ao iPhone 6 Plus com tela de 5,5 polegadas, aderindo assim à onda de Phablets que estão dominando uma boa parte do mercado.

Novos iPhones
Novos iPhones

O que mudou ?

Os novos iPhones estão mais finos, o  iPhone 6 conta com apenas 6.9mm de espessura, enquanto que o iPhone 6 Plus conta com 7.1mm de espessura. Para efeito de comparação, o iPhone 5S possui 7.6mm. Além da espessura o design ficou o mesmo tirando o tamanho da tela, eles estão mais arredondados.

Comparativo de espessuras dos novos iPhones
Comparativo de espessuras dos novos iPhones

No quesito processador ela lançou o Apple A8 64bits que funciona muito bem com iOS 8,  e deixar o iPhone 6 84 vezes mais rápido do que os modelos anteriores.

Com foco em exercícios físicos, um novo processador de movimento chamado M8 foi incluído. Ele entende quando o usuário está correndo, subindo escadas ou andando de bicicleta, e calcula elevação, distância e calorias queimadas. O M8 possui ainda um barômetro para verificar diferenças de pressão do ar e altitude.

Os novos iPhones 6 aceitam 20 diferentes tipos de frequências 4G, além de oferecerem maiores velocidades de conexão à internet móvel. Segundo a Apple, o Wi-Fi está três vezes mais rápido e agora os aparelhos aceitam ligações telefônicas por esse tipo de conexão. Sim se você comprar um iPhone agora nos States irá funcionar no 4G Brasil, isso claro se  Anatel não quebrar nossas pernas.

Agora uma coisa as operadoras de telefonia brasileira vão ter medo é o Voice over LTE  que irá permitir fazer chamadas por meio de uma conexão Wi-Fi usando seu número de celular, ai eu quero ver. Por hora somente a T-Mobile vai permitir esse tipo de ligação.

Nova tela, novos recursos

O mito e a lenda das telas de safira, ficaram no mito e lenda mesmo. Com resolução Full HD, esse é o nome do novo formato, o iPhone 6 Plus tem mais de 2 milhões de pixels em uma tela com 401 pixels por polegada.

Além de ser significativamente maior, o iPhone 6 Plus possui adaptações na interface do iOS para aproveitar melhor o espaço da tela, um ótimo recurso que a Apple implementou nessa nova geração de iPhone é o modo paisagem para a tela inicial, que faz o girar da tela do iPhone ficar igual a experiência que temos com os iPads.

Agora dá para ler e-mails com a tela deitada.
Agora dá para ler e-mails com a tela deitada.

Câmera iSight melhorada com um sensor totalmente novo

Detalhes das novas lentes.
Detalhes das novas lentes.

Ai começou a minha tristeza, a câmera iSight também ganhou melhorias com um novo sensor, mas não ganhou novos megapixels ficando com os antigos e velhos 8 megapixels, com um mercado de câmeras de 41 megapixels eu esperava ao menos uma subida de valores, ok não precisa mais que isso para fazer uma boa foto e imprimir mas faz falta mais qualidade para quem usar o aparelho para fotografar. A abertura da lente do iPhone 6 passa a ser de ƒ/2.2, isso implica em deixar entrar 80% mais luz quando comparado à geração passada do iPhone 5S.

A Apple incluiu o Focus Pixels, algo pertencente ao mundo das câmeras DSLR, usuário final nem sabe o que é isso. Dessa forma, as câmera tará uma boa estabilização de imagem, além de obter imagens muito mais nítidas. Sem falar que o próprio iPhone 6 Plus terá estabilização óptica de imagem enquanto o seu “irmão menor” será digital. E, para completar, o dispositivo tem autofoco contínuo.

As fotos panorâmicas usam uma tecnologia que combina várias imagens e podem alcançar até 43 Megapixels de resolução. Os vídeos são capturados em Full HD em 30 ou 60 quadros por segundo. A câmera lenta, por sua vez, agora consegue capturar imagens em até 240 quadros por segundo.

Bateria – Mais recursos, mais autonomia.

Comparativos de consumo
Comparativos de consumo

A vá que essa eu vou acreditar, mas ok quero usar e poder estar errado. A empresa aumentou a capacidade da bateria dos seus novos produtos para dar conta do novo hardware mais potente. O iPhone 6 conta com uma bateria de 1810mAh, possuindo assim 250mAh a mais do que o modelo anterior. Segundo a Apple a nova bateria combinada com o chipset A8 garante um menor consumo  porem quero ver no meu dia a dia se isso realmente será realidade, uma vez que outro modelos se mostram insatisfatórios na minha mão e uso diário.Segundos os dados o iPhone 6 garantirá 10 horas a mais de áudio que seu antecessor, e 1h a mais de vídeo e navegação. Isso sem falar que no iPhone 6 Plus isso irá para 40 horas a mais de música, de 14hs de vídeo e 12hs de navegação pois a bateria pula para 2915mAh.

Até que enfim NFC

Agora você pdoerá fazer pagamentos com o dedo e com NFC
Agora você pdoerá fazer pagamentos com o dedo e com NFC

Outro destaque é, enfim, a inclusão de um chip NFC (Near Field Communication). A tecnologia, que permite que dois aparelhos troquem informações simplesmente ao aproximá-los, irá permitir que os donos dos novos iPhones encostem seus telefones em terminais para efetuar pagamentos, chamado de Apple Pay, a transação é autorizada usando o TouchID, sensor de leitura das digitais do usuário,segundo a própria empresa, dará um fim às carteiras físicas e pode muito bem mudar o hábito de muita gente de sair de casa com as suas carteiras. Ai eu realmente espero que isso vire popular inclusive no Brasil ,porque lá fora tudo funciona mas aqui não, outra vantagem do NFC vindo da Apple é que talvez agora as empresas se mobilizem para usar o recurso que já era presente em aparelhos Android e eram pouco explorados.

De acordo com a Apple, o sistema é fácil e seguro. Usuários que comprarem um iPhone 6 podem usar os cartões de crédito cadastrados na iTunes Store ou adicionar novos, inclusive bastando tirar uma foto do cartão.

O bacana é que o número de cartão de crédito não é armazenado, e sim um código randômico que se comunica com o chip “Secure Element” pela sua senha armazenada no Touch ID. Se algum problema acontecer (como você perder o iPhone), também é possível suspender pagamentos remotamente, quando for preciso.

Segundo a empresa, ela não quer coletar dados de usuários, então a Apple nem sabe o que você está comprando ou muito menos quanto pagou. A transação é feita somente entre a loja e o banco. Ao fazer o pagamento o caixa nem vê o seu nome, número do cartão ou código de segurança. É tudo privado.

Preços e disponibilidade

Capacidades e preços nos EUA
Capacidades e preços nos EUA

O modelo de 32GB foi para o saco, eu juro que esperava que seria o de 16GB, mas ganhamos o tão esperado 128GB. Já os preços continuaram basicamente os mesmos. A empresa já divulgou a tabela para cada modelo, que estarão disponíveis em 9 países (Estados Unidos, França, Hong-Kong, Canadá, Alemanhã, Singapura, Reino Unido, Austrália e Japão), Brasil ? Cade você meu filho?,  já no próximo dia 19 de setembro. Os preços divulgados, no entanto, são para os que comprarem o dispositivo com contrato de dois anos.

O iPhone 6 Plus é US$100 mais caro, a partir de US$300. A linha toda vai de US$200 a US$500, portanto, com contrato. O iPhone 5s continua à venda por US$100, e o 5c sai de graça lá fora.

Como esperado, os iPhones 6 chegarão ao mercado em 19 de setembro — nos EUA e em oito outros países (o Brasil não está entre eles), sendo que a Apple quer estar em 115 países até o final de 2014. A pré-venda nos primeiros países começa nesta sexta-feira (12/9).