Android 5.0 Lollipop: 10 coisas que você precisa saber sobre o novo OS da Google – Parte 1

Nesta semana, a Google finalmente anunciou os novos dispositivos Nexus e com eles tivemos o lançamento oficial do Android 5.0 Lollipop. Apesar do OS ainda não ter chegado oficialmente para toda a linha Nexus, a última versão prévia do OS, inspirada no Material Design foi liberada através do SDK e de novas imagens de fábrica para o Nexus 5 e Nexus 7 (2013). Com isso, pudemos ver todas as novidades do Android 5.0 e confirmar que o sistema operacional passou por uma atualização não apenas na sua interface de uso, mas também nos recursos que oferece aos usuários.

Lollipop-android-5-0-review-teaser

Neste artigo, você confere um review das principais funções e características do Android 5.0 Lollipop.

Antes de dar continuidade a este review do Lollipop, preciso dizer que esta análise foi feita em cima da versão prévia do Android 5.0 para o Nexus 5 e algumas funções podem mudar até a chegada da versão final do OS. Da mesma forma, erros e instabilidades apresentadas durante este teste não devem ser encarados como bugs da nova versão.

Dito isso, é preciso salientar que aquilo que havíamos relatado anteriormente sobre o então chamado “Android L” sofreu modificações, tanto em relação ao UI quanto aos recursos do novo OS. Existem pequenas mudanças em todos os lugares e, quando combinadas com algumas das características principais e aplicativos que passaram por uma reformulação mais profunda, a experiência de uso é completamente nova. Quando pensamos nas características do Android KitKat então, as mudança são ainda mais óbvias. Logo percebemos que se trata de um software completamente diferente do anterior, neste caso o Android 4.4.

É claro que a maioria dos recursos que amamos no Android ainda fazem parte do sistema operacional, mas as mudanças de design dão um novo visual ao OS. As novas diretrizes visuais adicionadas com o Material Design são mais que apenas algumas novas cores e um visual flat, desde a mudança dos ícones nas especificações às novas animações trazem características mais ricas e consistentes ao software como um todo. Abaixo, relato as mudanças mais significativas entre novos recursos, serviços otimizados e mudanças de design. Vamos nessa?
1. Android 5.0 Lollipop oferece mais opções nas primeiras configurações

Já nas primeiras configurações percebemos os novos ícones na barra de status, a nova opção de cores e o design mais plano. Quando o Nexus 5 foi anunciado, em 2013, lembro de ter escrito o artigo mostrando as primeiras configurações com o aparelho e, olhando para o design do OS do Android 4.4, a diferença é gritante. Agora, o tema escuro foi deixado de lado e tudo está muito mais colorido.

primeiras-configuracoes-android-l

O que mais chamou a minha atenção, no entanto, não foi a integração completa do sistema com as diretrizes de design do Material, mas dois serviço bastante atraentes. A partir da versão 5.0 Lollipop, já é possível fazer a migração de dados das suas contas do Google, backups de apps e dados através do recurso NFC. Outra coisa que me agradou também é que recuperação de dados e aplicativos agora podem ser feitas de acordo com os dispositivos que você usa. Como tenho uma lista razoavelmente grande de dispositivos, foi uma mão na roda poder recuperar os aplicativos que realmente me interessavam de determinado aparelho – especialmente porque meu Xperia Z2 foi roubada há uma semana (todos os apps foram reinstalados com sucesso).

2. Android 5.0 Lollipop oferece a possibilidade de “Fixação da Tela”

Outro novo recurso é a possibilidade de fixar a tela em um determinado aplicativo. Assim, se seu amigo quiser ver os artigos lançados no app do AndroidPIT usando o seu smartphone, você pode escolher ativar o serviço acessando Configurações > Segurança > Fixação de tela. Desta forma, é possível evitar que terceiros tenham acesso às suas conversas do WhatsApp, por exemplo. O único problema é que se a pessoa em questão resolver sair da tela em questão, o próprio sistema oferece uma explicação de como ela pode acessar outras páginas pressionando ao mesmo tempo os botões “voltar” e “recentes”. Isso é meio frustrante!

android-l-fixacao-tela

3. Android 5.0 Lollipop tem easter egg com clone do Flappy Bird

Assim como as demais versões do OS da Google, os desenvolvedores nos brindam com pequenas surpresas. No caso do Android 5.0 Lollipop tivemos uma espécie de homenagem a um dos aplicativos mais populares do ano, o “Flappy Bird”. Enquanto não temos o vídeo review desta versão, abaixo você confere uma captura de tela mostrando como o easter egg do Lollipop se parece. Por muito tempo joguei o Flappy Bird e, por isso, posso garantir que o easter egg da Google é muito mais difícil de superar.

easter-egg-android-lollipop

Na versão dos desenvolvedores do Android, em vez de canos temos pirulitos e o personagem usado é o robozinho verde. O game pode ser acessado por um atalho no menu de configurações do sistema, clicando várias vezes sobre o número da versão do Android e depois pressionando a imagem do pirulito que aparece na página seguinte.
4. Android 5.0 Lollipop traz múltiplos usuários para os smartphones

Finalmente temos um sistema consistente de usuários múltiplos para smartphones Android. A configuração das contas é bastante simples e alternar entre elas não será um problema. Este recurso é excelente para quem quer dividir perfis, como “trabalho” e “privado”. Cada usuário poderá configurar o seu próprio espaço.

usuarios-multiplos-smartphones

5. Android 5.0 Lollipop muda o plano de fundo do “Relógio” de acordo com o horário do dia

Embora o aplicativo de relógio no Android 5.0 Lollipop não tenha mudado radicalmente como os outros aplicativos do sistema, também recebeu um detalhe que deixou ele mais legal. Agora, o aplicativo de relógio possui diferentes perfis de cores que o vão sendo usados pelo app automaticamente de acordo com o horário do dia. Ou seja, no início do dia temos cores mais vivas como azul claro, passando pelo lilás até chegar no mais escuro de todos na parte da noite.

relogio-lollipop-android

 

Continue lendo a parte 2 deste artigo.

 

Via AndroidPit